Quinta-feira, 24 de Julho de 2008

O que é Bonito, o que é Bom, o que é Belo,… é para ser respeitado e admirado.

Como eu vejo a mulher.

 

Toda a mulher para mim foi feita para amar (mãe) e ser amada (mãe).

A sua beleza é de tal forma sublime, no seu conteúdo e no seu "revestimento", que não existe outra forma de ser "tratada", sempre com muito amor e carinho.

É uma "vergonha" para nós homens quando por um capricho qualquer fazemos tudo para "utilizar" uma mulher. Da mesma forma, a mulher desce do seu "eu" de mulher quando se deixa utilizar.

 

Por isso, a entrada no "fascínio do eu" de uma mulher começa na profundidade do seu olhar, entrada na sua alma, se é que em respeito nos é permitido.

O sorriso, os lábios, as mãos, a voluptuosidade dos seus cabelos, a sua postura e o carácter da sua personalidade na maneira em como comunica, em todas as suas formas de comunicação - A Mulher.

Por isso o seu modo de vestir de saber interpretar o seu corpo é fundamental, para traduzir/transmitir o seu carácter, a sua auto estima, a sua personalidade, a sua alma. Por isso eu vejo a Mulher Mulher num vestido de alças em preto ou vermelho, em que permita salientar o desenho do seu corpo com sensualidade (sem o mostrar de forma pronunciada e apenas em toques). Aí pede-se um decote pronunciado sem ter qualquer tipo de complexo com os seios, e costas em grande parte "nuas". As mãos bem tratadas, em  que o pulso esquerdo "mostra" um relógio simples, muito simples e o dedo anelar da mão direita um solitário. Nos pés umas sandálias de tiras, com salto alto (no mínimo 7cm), em que os pés ficam basicamente "nus". No pescoço, um fio em ouro branco muito fininho, em que o seu meio revela um pequeno diamante. No tratamento do rosto, dos olhos, dos lábios, tudo muito suave e muito genuíno. As orelhas, sem brincos. Quanto a mala, rien de rien, talvez uma pequena pochette, segura pela mão, a mostrar a sua fragilidade feminina e a sua firmeza de carácter.  

 

Por isso meus senhores, quando uma mulher se apresenta assim a única maneira de a “comprar” são muito simplesmente o amor e uma flor. Porque é uma verdadeira mulher.

 

 

digoeu

 

como eu estou: homem
a ouvir no CD ou no YouTube: Jardins Proibidos - Olavo Bilac/Paulo Gonzo
publicado por agoradigoeu às 21:27
link do post | no comments | favorito

>mais sobre...

>pesquisar

 

>Agosto 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

>posts recentes

> ...

> Perdi...

> Mãe...a minha vida

> O DIA DA MÃE ... DA MINHA...

> Mãe...a minha vida

> O MEU AMOR PELA MINHA MÃE...

> Mãe...a minha vida

> Aos 46...

> Aos 46...

> Sensações...

>na pen

> Agosto 2010

> Maio 2010

> Abril 2010

> Março 2010

> Fevereiro 2010

> Janeiro 2010

> Dezembro 2009

> Novembro 2009

> Outubro 2009

> Setembro 2009

> Agosto 2009

> Junho 2009

> Maio 2009

> Abril 2009

> Março 2009

> Fevereiro 2009

> Janeiro 2009

> Dezembro 2008

> Novembro 2008

> Outubro 2008

> Setembro 2008

> Agosto 2008

> Julho 2008

> Junho 2008

> Maio 2008

> Abril 2008

>tags

> todas as tags

>gosto mesmo muito

> Para além de mim

> O DIA DA MÃE ... DA MINHA...

> 30 de Fevereiro de um ano...

> Pediste-me para Pintar

> ...Pedaços...

> Cansada

> Agradar a Gregos e a Troi...

> MÃE

> Parabéns Olimpicos - Para...

> anonimato...

blogs SAPO

>subscrever feeds