Quarta-feira, 28 de Janeiro de 2009

Porque estou em divida...

Porque me considero em divida... (a)

Gostaria do mesmo modo, com um sentido grande de vida, poder transmitir a forma como senti a emoção, o sentimento nos versos da Claudia e que, sem dúvida, se trata também de  uma demonstração de humanismo, no conteúdo e no disfrute da sua leitura . O livro de poemas da nossa querida Claudia Moreira "Poemas de Amor e Desamor" merece, no mínimo, ser lido. E para mim, relido.

 

Parabéns Claudia por tudo e também pelo teu 200º post.

E se me permites:

 

Mulher

 

Sou tudo e não sou nada

Sou pessoa, sou mulher

Filha de mãe dedicada

Sou tudo o que quiser

 

Sou criada, sou rainha

Enfermeira e confidente

Ás vezes triste e sozinha

Outras alegre e sorridente,

 

Choro em filmes de amor

Rio das minhas memórias

Defendo ideias com ardor

E aos meninos conto histórias

 

Tenho tanto para dar

Sou um mar de emoções

Posso rir, posso chorar

Crio tantas, tantas ilusões

 

Sou amiga, sou amante

Meiga e muito carinhosa

Professora confiante

Ou menina caprichosa

 

Sou de tudo um pouco

Sou tudo o que quiser

Neste meu mundo louco

Sou apenas mulher...

 

 A ler

in "Poemas de Amor e Desamor"

de Cláudia Moreira

da Autores editora

 

Considero que esta música se adequa bem aos teus poemas...

A ouvir:

 http://www.youtube.com/watch?v=SGTDRztaCCw

(a) Considero-me sempre em dívida, com tudo o que a vida nos oferece.

 digoeu

 

*** a tentar sobreviver até ao post 100 (faltam 7)

 

 

como eu estou: ***
a ouvir no CD ou no YouTube: Regina Spektor - Fidelity
publicado por agoradigoeu às 13:47
link do post | no comments | favorito
2 comentários:
De magnolia a 28 de Janeiro de 2009 às 14:05
Estou sem palavras Norberto.... Muito obrigada por estas palavras. Não sei sequer se sou digna delas, mas mesmo assim agradeço do fundo do coração o teu gesto.

Escolheste um dos meus poemas preferidos:o) . Embora goste de todos, há um ou outro mais especial...

Um beijinho grande para ti, querido Norberto.
De agoradigoeu a 28 de Janeiro de 2009 às 14:25
Claudia,
Uma das coisas que eu aprendi pela experiência é que a vida se encarrega de nos dar tudo o que essencialmente nos faz falta e nada do que nos acontece é imerecido.
Obrigado.
Um beijo
norberto

Gosto da tua opinião...

>mais sobre...

>pesquisar

 

>Agosto 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

>posts recentes

> ...

> Perdi...

> Mãe...a minha vida

> O DIA DA MÃE ... DA MINHA...

> Mãe...a minha vida

> O MEU AMOR PELA MINHA MÃE...

> Mãe...a minha vida

> Aos 46...

> Aos 46...

> Sensações...

>na pen

> Agosto 2010

> Maio 2010

> Abril 2010

> Março 2010

> Fevereiro 2010

> Janeiro 2010

> Dezembro 2009

> Novembro 2009

> Outubro 2009

> Setembro 2009

> Agosto 2009

> Junho 2009

> Maio 2009

> Abril 2009

> Março 2009

> Fevereiro 2009

> Janeiro 2009

> Dezembro 2008

> Novembro 2008

> Outubro 2008

> Setembro 2008

> Agosto 2008

> Julho 2008

> Junho 2008

> Maio 2008

> Abril 2008

>tags

> todas as tags

>gosto mesmo muito

> Para além de mim

> O DIA DA MÃE ... DA MINHA...

> 30 de Fevereiro de um ano...

> Pediste-me para Pintar

> ...Pedaços...

> Cansada

> Agradar a Gregos e a Troi...

> MÃE

> Parabéns Olimpicos - Para...

> anonimato...

blogs SAPO

>subscrever feeds