Domingo, 29 de Junho de 2008

O material (acessório) e o essencial (viver)…

Neste modelo de sociedade para que fomos abruptamente empurrados andamos todos completamente de palas nos olhos á procura insistentemente do acessório e deixamos quase que de parte o essencial, a vida - VIVER.

 

Num país onde cerca de um terço da população (mais de 3 milhões) tem de "matéria" rendimento diário entre 10 e 15 euros por dia (estamos claramente na geração dos 500 - leia-se quinhentos euros), pergunto eu, para onde nos querem atirar, para onde queremos seguir?!!!

 

Para clarificar melhor este meu pensamento, pergunto:

 

- Queremos este modelo de sociedade, onde a maior parte do tempo estamos no meio da multidão, mas completamente em solidão. Procuramos fazer fintas á vida de modo a conseguirmos algo dos nossos 10 a 15 euros diários, e sentimos que muitas pessoas procuram a dignidade de ter os seus compromissos em dia em contraste com a indignidade (não dignidade) humana "imposta" de não ter o essencial e até passarem fome.

Estamos numa sociedade em, que apenas pelo simples factor económico, somos todos corroídos, uns porque têm de mais e outros porque têm de menos. Perdeu-se completamente a noção do equilíbrio, em que a "matéria" é colocada ao serviço do ser humano e não para o atirar e confrontar com a sua indignidade. - Terrível!!!…

Estamos a construir claramente uma sociedade a preto e branco, em nome da globalização.

 

Eu quero e procuro…

 

- Uma sociedade em que o essencial, a VIDA venha á frente, volte ao sabor da terra, ao sabor das gentes, ao sabor da cultura, ao simples que são os maiores momentos da nossa vida. Em que o valor pessoal e humano (na sua dignidade) continue em alta. Que consigamos dignificar a nossa condição de crianças e de velhos.

 

Não sou saudoso de nada, porque o que passou já nos fez crescer, mas quero acreditar que já ali…os nossos jovens vão tirar as conclusões certas destes 34 anos (malucos) pós 25 Abril, para termos daqui a uma geração (25 anos) o Portugal que nos merece e que todos merecemos.

 

O MEU GRITO

Trabalhemos mais para o bem comum, pela esperança de uma grande geração.

Os nossos filhos merecem. Eles vão com certeza ser melhores.

 

como eu estou: com esperança
a ouvir no CD ou no YouTube: Dar e Receber - António Variações
publicado por agoradigoeu às 10:06
link do post | favorito
Comentar:
De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

>mais sobre...

>pesquisar

 

>Agosto 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

>posts recentes

> ...

> Perdi...

> Mãe...a minha vida

> O DIA DA MÃE ... DA MINHA...

> Mãe...a minha vida

> O MEU AMOR PELA MINHA MÃE...

> Mãe...a minha vida

> Aos 46...

> Aos 46...

> Sensações...

>na pen

> Agosto 2010

> Maio 2010

> Abril 2010

> Março 2010

> Fevereiro 2010

> Janeiro 2010

> Dezembro 2009

> Novembro 2009

> Outubro 2009

> Setembro 2009

> Agosto 2009

> Junho 2009

> Maio 2009

> Abril 2009

> Março 2009

> Fevereiro 2009

> Janeiro 2009

> Dezembro 2008

> Novembro 2008

> Outubro 2008

> Setembro 2008

> Agosto 2008

> Julho 2008

> Junho 2008

> Maio 2008

> Abril 2008

>tags

> todas as tags

>gosto mesmo muito

> Para além de mim

> O DIA DA MÃE ... DA MINHA...

> 30 de Fevereiro de um ano...

> Pediste-me para Pintar

> ...Pedaços...

> Cansada

> Agradar a Gregos e a Troi...

> MÃE

> Parabéns Olimpicos - Para...

> anonimato...

blogs SAPO

>subscrever feeds