Segunda-feira, 31 de Agosto de 2009

As eleições vão-nos deixar na maior crise política pós 25 de Abril

Olá companheiros.

 
Antes de tudo gostaria de dizer aos "insanes" da política portuguesa - comentadores incluídos, que o partido a que pertenço de coração PPD/PSD (Dr. Sá Carneiro e outros - os fundadores), é um partido e desculpem eu agora gritar de CENTRO ESQUERDA (Leia-se espectro político), quanto a ideologias ficávamos aqui perdidos em divagações.
 
O que eu quero dizer com isto é que o partido que o meu coração reconhece, é um partido Popular Democrático, assente em ideias profundamente sociais e para o povo, na sua grande maioria.
 
Quer o Sr. Dr. Mário Soares (que "entregou" o nosso país a um beco quase sem saída) e os oportunistas do PS - incluindo Sócrates, que já pertenceu ao PSD,  mais seus seguidores, fazer crer que a ideologia, os principios orientadores e as bases programáticas do PPD/PSD, tem alguma coisa a ver com o que os Barões do PSD  pretendem para o mesmo - linhas de Centro Direita, incluindo aí a "professora primária" - veja-se os ridiculos cartazes, da Drª Manuela Ferreira Leite.
 
Gostaria de deixar para o nosso pensamento o que escrevi em:
 
Domingo, 1 de Junho de 2008
A pensar no melhor para o nosso país.

Mensagem que deixei ao Dr. Pedro Passos Coelho, depois de ter visto a sua entrevista na RTP com Drºa Judite de Sousa (fiz algumas rectificações).

 

"Boa Noite,

 

As "coisas" não estão nada fáceis, digamos até muito difíceis, mas a agarrar as grandes dificuldades é que se encontram os melhores.

 

As minhas raízes ideológicas são do PPD (Partido Popular Democrático) e do seu líder histórico e carismático e único verdadeiro líder Sá Carneiro.

 

Sá Carneiro tinha uma grande dúvida existencial e com ela morreu, se um dia seria um grande estadista (?). Infelizmente nem ele nem nós ficámos a saber na realidade, mas ficou-nos essa esperança eterna, que numa altura bastante delicada, ele saberia conduzir o país para o povo, depois de uma revolução militar.

 

Sou de Setúbal, vivo o PPD/PSD desde muito novo. Quis ser militante de 1ª hora que devido ás condições peculiares de Setúbal, os meus pais não o permitiram (nasci em 1963). Hoje já não tem sentido, porque já passou, e, nestas coisas, preocupo-me em não fazer nada por uma questão de oportunidade.

 

Cresci vendo a figura e nome de Pedro Passos Coelho ligado ao PPD/PSD com um grande sentido e modo de estar e como elemento sempre e em qualquer altura revitalizador. Falta muita verdade á nossa política e logicamente que têm de ser os mais novos a traçar esse novo caminho. A doutrina, a ideologia a cultura mantêm-se, mas o modo de abordar os problemas tem de ser única e exclusivamente a falar verdade.

 

Nesta crise do PPD/PSD, que é tão só grave para o Partido como o é mais para os destinos do nosso País, admito, que a única pessoa que inicialmente encontrei, para liderar um projecto credível, jovem, com mensagem de esperança e vencedor foi  Rui Rio, mas deu um tiro nos pés. Não se pode estar na politica e muito menos na vida com calculismos. O Dr. Francisco Lumbrales de Sá Carneiro deixou essa herança e mensagem - sem calculismos.

 

E assim o tem interpretado Santana Lopes (injustiçado pelos "Barões/donos" do partido), embora se goste da sua forma ou não, um partido que através da Drª Manuela Ferreira (nessa altura em seu tempo) deveria ter continuado o trabalho legado por Durão Barroso, sem assumir seriamente as suas obrigações, entregou a "batata quente" a Santana Lopes, tendo as elites do PPD/PSD vergonhosamente gerado toda esta crise e "bandalheira", depois de ter sido cometido o maior crime da nossa Democracia recente, um governo com apoio do parlamento e 4 meses de trabalho, foi destituído pelo Presidente da República.

Cavaco Silva que surge a governar o país, eleito também sem calculismos, depois de 8 anos de governação calcula e espalha-se. "Enterra" Fernando Nogueira e com certeza Santana Lopes, para garantir o lugar que agora ocupa.

 

Por tudo isto a sua candidatura deixou-me de espírito santo de orelha, e a entrevista com Judite de Sousa deixou-me alguma, senão muita, esperança.

 

A sua forma de abordar e fazer politica tem uma mensagem séria e intuitiva e jovem que, a meu ver, pode rapidamente se tornar em mensagem de esperança, sucesso e por isso vencedora.

 

Fico atento e

com muita esperança,

Sobretudo por Portugal."

 

Os resultados das directas do PPD/PSD, em minha análise, muito pessoal, deixam a seguinte leitura:

 

A Dra Manuela Ferreira "já era" (aliás nunca foi), O Dr. Santana Lopes com o seu orgulho político, não desistiu, como devia ter desistido em nome do futuro, para o Dr. Pedro Passos Coelho. Sem condições, como era óbvio.

 

O certo, é que o legitimo vencedor das directas, é o Dr. Pedro Passos Coelho. Para mim sem qualquer dúvida.

Não é possível ser vencedor sem uma maioria sustentada. Mesmo em democracia, um vencedor em que os outros dois candidatos têm mais de 60% dos votos, não permite de modo nenhum, fazer um trabalho em tranquilidade e profundo, como é urgente e necessário. O importante é que ninguém acredita que os votantes da candidatura do Dr. Pedro Santana Lopes, fossem em tempo algum, votar ou sequer apoiar a candidatura da Drª Manuela Ferreira Leite. Por isso…!!!???

 

Esta situação tem de ficar devidamente esclarecida no congresso, senão a trapalhada continua. E a bem de Portugal o PSD necessita de uma liderança forte e estável, a trabalhar para o país.

 

A ver, cenas dos próximos capítulos.

 

Parabéns ao Drº Pedro Passos Coelho pela continuação na imposição do seu carácter firme e sem rodeios, embora a fazer politica, como é obvio, mas a transmitir verdade, seriedade e esperança.

 

 
Não este não é o PPD/PSD fundado por Sá Carneiro em que os interesses mais dominantes da sociedade se encostaram e delapidam um partido que deverá ser sempre um garante da governação, a democracia e da política em Portugal.
como eu estou: com muitas dúvidas...
a ouvir no CD ou no YouTube: hino do PSD
publicado por agoradigoeu às 18:19
link do post | no comments | favorito
Segunda-feira, 4 de Maio de 2009

...ricos...mas muito ricos...

Cópia de email que recebi e que mesmo que não fosse verdade, parece mesmo ser.

 

"Meus amigos,
O que vos vou contar é verdade.

Estava há dias a falar com um amigo meu Nova-iorquino que conhece bem Portugal, o Eddie Cox,  que alguns de vós conheceu da última vez que cá esteve num barbecue em minha casa… Dizia-lhe eu à boa maneira portuguesa de “coitadinhos” : - Sabes Eddie, nós os portugueses somos pobres ...
Esta foi a sua resposta:
My dear, como podes tu dizer que sois pobres, quando sois capaz de pagar por um litro de gasolina, mais do triplo do que pago eu?

Quando vos dais ao luxo de pagar tarifas de electricidade, de telemóvel 80 % mais caras do que nos custam a nós nos EUA?
Como podes tu dizer que sois pobres quando pagais comissões bancárias por serviços bancários e cartas de crédito ao triplo que nos custam nos EUA?

 

Ou quando podem pagar por um carro que a mim me custa 12.000 US Dólares e vocês pagam mais de 20.000 EUROS, pelo mesmo carro? Podem dar mais de 8.000 EUROS de presente ao vosso governo e nós não.

My dear, francamente não te entendo!

Nós é que somos pobres: por exemplo em New York o Governo Estatal, tendo em conta a precária situação financeira dos seus habitantes cobra somente 2 % de IVA, mais 4% que é o imposto Federal, isto é 6%, nada comparado com os 20% dos ricos que vivem em Portugal. E contentes com estes 20%,  pagais ainda impostos municipais.

Além disso, são vocês que têm “ impostos de luxo” como são os impostos na gasolina e gás, álcool, cigarros, cerveja, vinhos etc, que faz com que esses produtos cheguem em certos casos até certos a 300 % do valor original., e outros como imposto sobre a renda, impostos nos salários, impostos sobre automóveis novos, sobre bens pessoais, sobre bens das empresas, de circulação automóvel.

Um Banco privado vai à falência e vocês que não têm nada com isso pagam, outro, uma espécie de casino, o vosso Banco Privado quebra, e vocês protegem-no com o dinheiro que enviam para o Estado. E vocês pagam ao vosso Governador do Banco de Portugal, um vencimento anual que é quase 3 vezes mais que o do Governador do Banco Federal dos EUA...

Sois pobres onde My dear?

Um país que é capaz de cobrar o Imposto sobre Ganhos por adiantado e Bens pessoais mediante retenções, necessariamente tem de nadar na abundância, porque considera que os negócios da nação e de todos os seus habitantes sempre terão ganhos apesar dos assaltos, do saque fiscal, da corrupção dos seus governantes e autarcas. Um país capaz de pagar salários irreais aos seus funcionários de estado e de Empresas ligadas ao Estado.

Deixa-te de merdas my dear, sois pobres onde?

Os pobres somos nós, os que vivemos nos USA e que não pagamos impostos sobre a renda se ganhamos menos de 3.000 dólares ao mês por pessoa, isto é mais ou menos os vossos 2.370 €uros. Vocês podem pagar impostos do lixo, sobre o consumo da água, do gás e electricidade. Aí pagam segurança privada nos Bancos, urbanizações, municipais, enquanto nós como somos pobres nos conformamos com a segurança pública.

Vocês enviam os filhos para colégios privados, enquanto nós aqui nos EUA as escolas públicas emprestam os livros aos nossos filhos prevendo que não os podemos comprar.

Vocês não são pobres, gastam é muito mal o vosso dinheiro. Ou então, vocês Potugueses são uns estúpidos!


Que vou responder ao Eddie?

Por favor dêem-me sugestões."

 

A minha sugestão não é nenhuma - é que somos mesmo estupidos.

digoeu

como eu estou: ...que qualquer coisa bate mal
a ouvir no CD ou no YouTube: neste caso...uma qualquer...digoeu
publicado por agoradigoeu às 19:32
link do post | no comments | favorito
Sexta-feira, 10 de Abril de 2009

Provavelmente a melhor de sempre...

Para mim, porque gosto muito de música e não tenho problemas ou complexos em assumir, esta é a melhor música de sempre a um festival da canção.

Bem portuguesa e muito, mas muito alegre.

Existe sempre alguém que nso mostra o orgulho em ser português.

Parabéns

 

E...

O momento:

http://www.youtube.com/watch?v=NuHCbQ7ZgbE

O video:

http://www.youtube.com/watch?v=r_EXeeAACwA

A representação:

http://www.youtube.com/watch?v=gQDZ3EDxwrU

Acústico:

http://www.youtube.com/watch?v=JE77zRdB2E8

Instrumental:

http://www.youtube.com/watch?v=H6l3ZnJriRc

 

O Poema:

 

Se sou tinta tu és tela
Se sou chuva és aguarela
Se sou sal és branca areia
Se sou mar és maré-cheia
Se sou céu és nuvem nele
Se sou estrela és de encantar
Se sou noite és luz para ela
Se sou dia és o luar

Sou a voz do coração
Numa carta aberta ao mundo
Sou o espelho d’emoção
Do teu olhar
Profundo
Sou um todo
Num instante
Corpo dado
Em jeito amante
Sou o tempo que não passa
Quando a saudade
Me abraça

Beija o mar o vento e a lua
Sou um sol
Em neve nua em todas as ruas
Do amor
Serás meu e eu serei tua

Se sou tinta tu és tela
Se sou chuva És aguarela
Se sou sal És branca areia
Se sou mar és maré cheia
Se sou céu és nuvem nele
Se sou estrela és de encantar
Se sou noite és luz para ela
Se sou dia és o luar

Beija o mar o vento e a lua
Sou um sol em neve nua
Em todas as ruas
Do amor
Serás meu e eu serei tua

 

Parabéns

digoeu

como eu estou: alegre...
a ouvir no CD ou no YouTube: é obvio...
publicado por agoradigoeu às 17:48
link do post | no comments | favorito
Quinta-feira, 4 de Dezembro de 2008

Francisco Sá Carneiro e não outro D. Sebastião...

Há altura, anos 1974 a 1980, extremamente identificado com o homem e com o politíco, levou-me na noite do dia 05-12-1980 a ír até ao Jerónimos "render-Lhe" a minha humilde homenagem. Senti aí e nesse momento, com apenas 17 anos, que o 25 de Abril de 1974, não o militar, mas o político, perdera o seu grande seguidor. E todos nós perdemos.

 

 

sacarneiro.jpgppd.jpg

imagens retiradas da internet

"conhecer melhor este homem"

http://pt.wikipedia.org/wiki/Francisco_S%C3%A1_Carneiro

 

Hoje sinto que o "oportunismo" político, dentro do partido - que pouco ou nada tem a ver com com o seu ideal originário, pretende transformar - o homem, o estadista de exemplo - num outro D.Sebastião onde, como que para sempre enterrámos a nossa alma Lusitana completada pela épica epopeia dos Lusíadas, e que em pleno século XX terá reeencarnado em Sá Carneiro.

 

Tristes e medíocres estão os "nossos" políticos que 28 anos depois, em vez de honrrarem a memória de quem teve e lutou por um ideal, se entregam a um jogo vergonhoso de aparências que, sem minimamente respeitarem a memória do homem, se permitem a dizer disparates á saída da missa do 28º ano da sua morte, como a D. Manuela Ferreira Leite, referindo que o Dr. Sá Carneiro fora o fundador da Social Democracia.

 

É melhor que a senhora leia pelo menos um pouco sobre o homem e o político.

 

digoeu

 

http://www.youtube.com/v/GrG5xWKKFPY&hl=en&fs=1"  

como eu estou: a não compreender...
a ouvir no CD ou no YouTube: Hino do PSD - autoria de Paulo de Carvalho!!!
publicado por agoradigoeu às 20:49
link do post | no comments | bisbilhotar (1) | favorito
Quinta-feira, 21 de Agosto de 2008

Parabéns Olimpicos - Parabéns Portugal

Em bom português

 

Não há bem que sempre dure, nem mal que nunca se acabe.

 

é assim em tudo na vida

 

Nelson Évora

 

é a cereja em cima do bolo

 

Quanto a mim, na melhor participação portuguesa de todos os tempos, madem-se embora os arautos da desgraça, e viva PORTUGAL e a portuguesa (nosso hino)

como eu estou: muito feliz
a ouvir no CD ou no YouTube: The Story - Brandi Carlile
publicado por agoradigoeu às 15:27
link do post | no comments | bisbilhotar (1) | favorito

Jogos Olímpicos e o ser-mos humanos

Não sei se pode ser contido na "arte de ser português" ou ainda mais, na "arte do ser humano".

 

Quando contemplo a beleza da vida encontro-me com um pormenor demasiado importante e pernicioso do ser humano, que é a tentativa constante de subvertermos a realidade, ou seja:

 

Os "maus" manipulando a realidade fazem-se de "bons" e os "bons" passam rapidamente a ser os "maus".

Procuremos todos e verificamos, que esta é uma realidade incontornável. Será fácil de concluir, que um ser humano que está completamente de pensamento e coração aberto está completamente em desvantagem com o outro que, no mínimo, tem "o pé atrás".

 

Dentro deste contexto insiro claramente o que se está a passar nos Jogos Olímpicos. Quando se fez um trabalho exemplar durante 4 anos. Trabalho esse que permitiu, com esforço pessoal e determinante de todos os atletas, ter a maior comitiva de sempre nestes Jogos Olímpicos. Veja-se que, como bons portugueses que somos, aparecem os "maus" a colocar os "bons" em causa, que por infelicidade de tudo isto, e do momento, até o realizador de tudo isto - O presidente do Comité Olímpico - tem a infelicidade de em plenos Jogos por em causa o que realmente é bom - Colocar em causa, por o objectivo (de mais 2 medalhas - a Vanessa "deu-nos" uma de prata e o Nelson Èvora vai-nos "dar" a de ouro), o que foi brilhante no percurso até aos Jogos (muitos momentos expectaculares, muito orgulho de ser português) e, a meu ver, nos próprios Jogos.  

 

Acontece que por factores vários entre os quais, e determinantes, o factor sorte e o factor momento, não permitiram a alguns atletas conseguirem atingir os objectivos a que se propunham. Estamos a falar de alta competição, nos melhores dos melhores, e aí tudo se joga em pormenores, no momento e na sorte, ou melhor na sorte do momento.  

 

Salve-se em tudo isto o bom senso, político ou não, do Secretário de Estado e do Primeiro-Ministro - Pelo menos nisto!!!

 

Um pouco desiludido fiquei com os comentários da que eu considero já, o melhor atleta português de todos os tempos - Vanessa Fernandes. Temos de respeitar o esforço de todos e de cada um. Fácil é entrar por um discurso simples, populista e por uma pequena parte, colocar o todo em causa. Aos 22 anos, pelo percurso exemplar que tem, esperava mais solidariedade.

 

 

Parabéns a todos e por vocês tenho muito orgulho de ser português.

 

E força Nelson, porque sei que por ti, pelos teus colegas e pelos que acreditam vais "nos dar o ouro"

OBRIGADO

como eu estou:
a ouvir no CD ou no YouTube: HINO NACIONAL
publicado por agoradigoeu às 12:48
link do post | no comments | favorito
Quinta-feira, 10 de Julho de 2008

Vale tudo!!!…

A histeria colectiva que nos é proporcionada pelo mediatismo (e digoeu fraco jornalismo) da nossa sociedade contemporânea tenta fazer do povo parvo, mas já dizem os nossos velhotes, "o povo é sábio"…é verdadeiramente sabedor.

 

A histeria da nossa TV é tão grande, que conseguem abrir um telejornal (se é que podemos chamar este nome?!!!) nos 3 canais portugueses de maior audiência, com a pseudo detenção do Dr. Vale e Azevedo. Bolas FILHA!!!, espero que em Londres não tenhas tomado consciência desta realidade!!!

 

É mau demais para ser verdade!. Mas que mal é que fez o homem para ser perseguido desta maneira? O seu país, o nosso país Portugal, votou ao ostracismo a dignidade do homem. E pergunto eu: o que é que nós, se pudéssemos, fazíamos no seu lugar? Ala, que se faz tarde.

Quem não se recorda da violência (da indignidade) das imagens que passaram nas televisões portuguesas com a sua "libertação" e o "volta lá pra dentro que foste mal solto". Mas afinal quem é que deveria ser preso???!!!

 

Não tenho "qualquer dependência" da pessoa ou da figura do Dr. Vale e Azevedo, até não sou Benfiquista, mas confesso que, não estando ninguém acima da lei, a sua maneira de estar não me confrange de alguma forma e até me deixa uma boa impressão. Ao contrário de muitas figuras públicas que estão indiciadas e sobe suspeita, e que do alto da sua arrogância, não têm outra forma na vida do que provocar conflitos e hostilizar.  

 

Já agora, gostava que, para tranquilizar o meu sentimento de justiça, os nossos meios mediáticos me explicassem, porque é que a "Operação Furacão", que já tem mais de quatro anos, não tem o tratamento público adequado aos indiciados ao que está indiciado no processo? Situações de grande gravidade pública?!!!

 

E pergunto eu, porquê esta "disparidade" de tratamento??? Sobretudo mediático!!!

Queremos com certeza justiça para todos, mas com o mesmo peso!!!…

 

Mas…"o povo é sábio"…é verdadeiramente sabedor.

 

P.S.: No que respeita ao jornalismo versus País, um amigo meu Espanhol, uma vez questionou-me se eu queria ver uma diferença abismal entre Portugal e Espanha, e mostrou-me simplesmente o "Correio da Manhã" e o "El País". Abismal!!!…

 

como eu estou:
a ouvir no CD ou no YouTube: Sei Lá!!!...norberto reis
publicado por agoradigoeu às 20:40
link do post | no comments | favorito
Domingo, 29 de Junho de 2008

O material (acessório) e o essencial (viver)…

Neste modelo de sociedade para que fomos abruptamente empurrados andamos todos completamente de palas nos olhos á procura insistentemente do acessório e deixamos quase que de parte o essencial, a vida - VIVER.

 

Num país onde cerca de um terço da população (mais de 3 milhões) tem de "matéria" rendimento diário entre 10 e 15 euros por dia (estamos claramente na geração dos 500 - leia-se quinhentos euros), pergunto eu, para onde nos querem atirar, para onde queremos seguir?!!!

 

Para clarificar melhor este meu pensamento, pergunto:

 

- Queremos este modelo de sociedade, onde a maior parte do tempo estamos no meio da multidão, mas completamente em solidão. Procuramos fazer fintas á vida de modo a conseguirmos algo dos nossos 10 a 15 euros diários, e sentimos que muitas pessoas procuram a dignidade de ter os seus compromissos em dia em contraste com a indignidade (não dignidade) humana "imposta" de não ter o essencial e até passarem fome.

Estamos numa sociedade em, que apenas pelo simples factor económico, somos todos corroídos, uns porque têm de mais e outros porque têm de menos. Perdeu-se completamente a noção do equilíbrio, em que a "matéria" é colocada ao serviço do ser humano e não para o atirar e confrontar com a sua indignidade. - Terrível!!!…

Estamos a construir claramente uma sociedade a preto e branco, em nome da globalização.

 

Eu quero e procuro…

 

- Uma sociedade em que o essencial, a VIDA venha á frente, volte ao sabor da terra, ao sabor das gentes, ao sabor da cultura, ao simples que são os maiores momentos da nossa vida. Em que o valor pessoal e humano (na sua dignidade) continue em alta. Que consigamos dignificar a nossa condição de crianças e de velhos.

 

Não sou saudoso de nada, porque o que passou já nos fez crescer, mas quero acreditar que já ali…os nossos jovens vão tirar as conclusões certas destes 34 anos (malucos) pós 25 Abril, para termos daqui a uma geração (25 anos) o Portugal que nos merece e que todos merecemos.

 

O MEU GRITO

Trabalhemos mais para o bem comum, pela esperança de uma grande geração.

Os nossos filhos merecem. Eles vão com certeza ser melhores.

 

como eu estou: com esperança
a ouvir no CD ou no YouTube: Dar e Receber - António Variações
publicado por agoradigoeu às 10:06
link do post | no comments | bisbilhotar (2) | favorito

>mais sobre...

>pesquisar

 

>Agosto 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

>posts recentes

> As eleições vão-nos deixa...

> ...ricos...mas muito rico...

> Provavelmente a melhor de...

> Francisco Sá Carneiro e n...

> Parabéns Olimpicos - Para...

> Jogos Olímpicos e o ser-m...

> Vale tudo!!!…

> O material (acessório) e ...

> Obsessão

> A pensar no melhor para o...

>na pen

> Agosto 2010

> Maio 2010

> Abril 2010

> Março 2010

> Fevereiro 2010

> Janeiro 2010

> Dezembro 2009

> Novembro 2009

> Outubro 2009

> Setembro 2009

> Agosto 2009

> Junho 2009

> Maio 2009

> Abril 2009

> Março 2009

> Fevereiro 2009

> Janeiro 2009

> Dezembro 2008

> Novembro 2008

> Outubro 2008

> Setembro 2008

> Agosto 2008

> Julho 2008

> Junho 2008

> Maio 2008

> Abril 2008

>tags

> todas as tags

>gosto mesmo muito

> Para além de mim

> O DIA DA MÃE ... DA MINHA...

> 30 de Fevereiro de um ano...

> Pediste-me para Pintar

> ...Pedaços...

> Cansada

> Agradar a Gregos e a Troi...

> MÃE

> Parabéns Olimpicos - Para...

> anonimato...

blogs SAPO

>subscrever feeds